Num dos momentos mais delicados para o país no que se refere à contaminação e às mortes causadas pelo Coronavírus, os jovens que compõem a turma 2021 do Programa Preparando o Futuro foram convidados a fazerem uma reflexão a respeito da responsabilidade de cada um. O exercício foi proposto para os estudantes através da palestra realizada em maio do ano passado pelo médico João Paulo Beolchi para o TED Talks, quando a pandemia ainda apresentavam números bem menores n Brasil.

Para os alunos deste ano, foi a primeira dinâmica de assistir a uma palestra por vídeo do TED Talks e depois discorrer sobre o tema apresentado. Mas eles se saíram muito bem nesse novo desafios. Na abordagem intitulada “Cada um de nós carrega o peso da humanidade”, o especialista aborda a importância do autocuidado na preservação da vida das pessoas que amamos e também daquelas que nem conhecemos.

O estudante Pedro Fernando ficou tocado com os alertas dados pelo médico. “Devemos concluir que diante do risco da doença e de avisos de pessoas da área da saúde temos a obrigação de manter todos os cuidados possíveis e conscientizar o maior número de pessoas para que se consiga um combate eficaz contra vírus pois cada ser humano tem o poder de mudar o mundo, para melhor ou para pior”.

A jovem Ana Luiza fez um alerta sobre a importância de nos preocuparmos com as outras pessoas. “O atual momento mostra como a empatia e a união são coisas tão fortes que podem combater uma pandemia, e esse caos causado por ela nos mostra como a humanidade ainda não valoriza essas características. Seja empático, seja cuidadoso para um mundo melhor!”.

“Todas as vezes que nós andamos descuidados, estamos colocando em risco nossa vida e as vidas de outras pessoas. Estão morrendo mais de duas mil pessoas por dia somente no Brasil! Devemos, sim, tomar cuidado com esse vírus”, pede o aluno Felipe em sua reflexão.

Para a Haléxia, muita gente ainda não conseguiu entender a gravidade do momento. “O cenário atual, principalmente do nosso país, não demonstra apenas falta de responsabilidade. Muitas vezes, se trata da falta de conhecimento, ou da falta de ‘medo’, pois sempre pensamos que o pior não virá a acontecer próximo de nós”.

Já a Hana Beatriz diz que “nem tudo o que queremos, sentimos ou estamos fazendo é adequado e correto. É o tão falado: “eu quero, mas não preciso”, ou “eu quero mas não posso, não é certo…” E sim, agir com a razão, nem sempre por nós, muitas vezes pelos outros, por quem amamos, ou talvez por pessoas que nunca ao menos conhecemos”.

OUTROS POSTS QUE VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Ajude a ABCJ: Dados para depósito

Banco Sicredi – 748 Agência: 0738 Conta Corrente: 43182-5 CNPJ: 07965617/0001-90

CHAVE PIX: 07965617/0001-90