Alguém que age pelo bem de outro de forma instintiva, sem pensar em reservas, tabus, perigos ou empecilhos. Assim é o altruísta. Mas com quantas pessoas assim nos deparamos diariamente? Se a resposta for um número muito baixo, talvez seja hora de mudarmos não apenas de ambiente, mas de atitude. E nos transformarmos em alguém que age pelo bem de forma natural.

Foi sobre o altruísmo que os jovens da turma 2021 do Programa Preparando o Futuro aprenderam um pouco mais na manhã do sábado (03), na palestra “Porque algumas pessoas são mais altruístas que outras”, realizada pelo presidente da ABCJ, Miguel Arcanjo Mazzola, que tem anos de experiência em ações beneméritas. Através de histórias de vida e exemplos de pessoas que fazem o bem naturalmente, ele envolveu os estudantes numa proposta de ajudarem a si ao ajudarem os outros.

Os textos elaborados com base nesse momento de reflexão foram muito reveladores. O aluno Vitor Hugo, por exemplo, frisou: “Pessoas altruístas são indivíduos que agem em prol das necessidades do próximo, mesmo que para isso acontecer tenham que sacrificar seus próprios desejos e interesses de vez em quando”. 

Já a estudante Natália atentou à raridade dessa característica. “Arrisco dizer que a falta de pessoas altruístas acontece porque o individualismo está tomando conta. Alguns ‘ajudam’ esperando recompensa ou troca. A intencionalidade das pessoas está voltada ao lucro. Mas existem exemplos de empatia e caridade(…) e uma proposta de solução é que tenhamos mais humanidade”.

A aluna Carla também mostrou sintonia com o tema. “Atualmente, as pessoas pensam apenas em si mesmas. Atender suas próprias necessidades, anseios e desejos tornou-se a prioridade de quem vive num mundo individualista. Sendo assim, amar o próximo e dedicar um tempo a ele, doando um pouco de si para que ele se sinta melhor, é um ato de extrema revolução. Mas acredito que é possível conciliar as duas coisas, ou seja: pensar em si e também no outro.”

“O altruísta muitas vezes toma atitudes sem nem pensar antes. Ele percebe uma situação de risco e já corre para ajudar, não importa qual seja a situação. Realmente, essa é uma qualidade perfeita que alguém pode ter. É incrível como conseguem ajudar sem nem ao menos conhecer quem estão ajudando”, afirma a aluna Beatriz Cristina.  Para a jovem Anna Júlia, o adjetivo é muito claro: “Uma pessoa altruísta conhece e pratica alguns valores, como humanidade, solidariedade, respeito ao próximo, entre muitos outros, que são essenciais para a humanidade.  Ser altruísta é ser corajoso, ter sabedoria, ajudar sem ver a quem e sem querer algo em troca. Ser altruísta é sem dúvida amar a si mesmo, ao ponto de transbordar amor pelo seu próximo”. 

OUTROS POSTS QUE VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Ajude a ABCJ: Dados para depósito

Banco Sicredi – 748 Agência: 0738 Conta Corrente: 43182-5 CNPJ: 07965617/0001-90

CHAVE PIX: 07965617/0001-90