Com o retorno de diversas atividades do Senai Jundiaí, especialmente dos cursos especiais, uma parte dos alunos que fazem o curso de Qualificação Profissional em Logística, através do Programa Sócio Educativo Preparando o Futuro, da ABCJ, retornaram, no sábado (22), às aulas presenciais. A turma, composta hoje por 31 alunos, foi dividida porque existe um número considerável de estudantes que está no chamado “grupo de risco”.
O presidente da ABCJ, Miguel Arcanjo Mazzola, explica que existe uma preocupação grande da entidade com a saúde dos adolescentes do Programa. “Desde o início do período de afastamento social, voltamos nossa atenção ao bem-estar desses jovens, fornecendo, inclusive, cestas básicas aos que tiveram dificuldades financeiras. Aguardamos as decisões das autoridades de saúde, mas nunca nos afastamos dos alunos. Eles foram acompanhados pela Equipe Técnica e semanalmente continuaram fazendo atividades on-line, assistindo palestras sobre temas diversos e sendo estimulados através da leitura de textos pertinentes à situação e assuntos como sustentabilidade, meio ambiente e sociedade”, explica.
Em junho, o Senai se adaptou e passou a realizar as aulas de Logística através do EAD (Ensino à Distância) para os alunos do Preparando, mas o contato com os estudantes permaneceu, bem como as atividades propostas de reflexão de palestras criteriosamente selecionadas pela Equipe Técnica. “Agora em agosto, recebemos a informação de que as aulas presenciais seriam retomadas e que a turma seria dividida para facilitar o distanciamento entre os estudantes. Antes de concordarmos, fizemos uma ampla pesquisa para saber se haviam estudantes no “grupo de risco’ e se os pais estavam de acordo. Como havia um número considerável de alunos que não poderia estar presente agora, o Senai concordou em manter as aulas on-line para metade da turma, incluindo aí os que possuem comorbidades”.
Os demais alunos tiveram no sábado (22) sua primeira aula presencial, da disciplina de Informática, para a qual foram tomados todos os cuidados necessários, tanto em termos de distanciamento entre os alunos quanto sobre uso de máscaras, uso de tapetes sanitizantes e higienização dos espaços por eles ocupados dentro do Senai. A ABCJ providenciou ainda lanche para os alunos, pois a cantina do Senai não está funcionando.“Só tenho a agradecer o cuidado que tiveram conosco na nossa volta. Estava tudo muito bom”, declarou a aluna Ana Katherine Podusko Araújo.
EQUIPE ABCJ

OUTROS POSTS QUE VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR