Estabilidade mental e bem-estar: desafios permanentes

No mês em que lembramos a importância da prevenção ao suicídio, os alunos do Projeto Preparando o Futuro, da ABCJ, não poderiam deixar de refletir sobre a importância da saúde mental. O mestre em Terapia Intensiva, professor e fisioterapeuta Alex Oliveira, colaborador da ABCJ, esteve na manhã do sábado (11) no auditório do Senai Jundiaí para proferir palestra sobre o tema aos estudantes. Com muita didática, destacou o equilíbrio como chave mestra para a manutenção da saúde mental, a responsabilidade de fazer boas escolhas e as adequações que temos de fazer para nos adaptarmos às realidades. Os estudantes, mais uma vez, aproveitaram ao máximo os ensinamentos.

Para a jovem Beatriz Cristina, o lema “Be here now” (Esteja Aqui Agora) teve um grande impacto. “A frase me fez refletir sobre o quanto prejudica nossa saúde mental quando não nos focamos no agora. (…) Não é fácil nos manter firmes no presente, mas acredito que é mais fácil do que manter o equilíbrio de tudo. Até porque não controlamos nossos sentimentos. Então não tem como simplesmente decidirmos ter uma boa saúde mental. Precisamos tentar, mas em primeiro lugar acreditar que podemos conseguir.”

O estudante Victor Hugo também aproveitou bem a palestra. “A saúde mental está relacionada à forma como a pessoa reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções. Ter saúde mental é estar bem consigo mesmo e com os outros. Aceitar as exigências da vida. Também é um importante fator que possibilita o ajuste necessário para lidar com as emoções positivas e negativas”. 

Para a aluna Larissa, a palestra fez rememorar um filme. “Ele tem como público-alvo todas as idades e ilustra toda a importância do equilíbrio mental: “Divertidamente”. O filme ensina uma importante lição a respeito da necessidade de aprender a lidar com os sentimentos. Desse modo, entender a importância da estabilidade mental e sua intensa relação com o bem-estar é fundamental”, destaca.

O aluno Guilherme Henrique ficou bastante tocado com as dicas passadas pelo palestrante. “Percebo o quanto é importante para nós, seres humanos, cuidar de nossa saúde. Principalmente em questão da saúde mental, espiritual, assim como em nossa alimentação: devemos manter a vida equilibrada de forma certa e rigorosa, manter nosso diálogo aberto com nossos pais e familiares. Também é importante ter metas e gratidão a tudo que nos acontece”. 

Para a jovem Yasmin, é preciso estarmos alertas pois nem sempre as pessoas que estão depressivas aparentam isso. “Muitos parecem estar bem tanto no físico como no psicológico, mas na verdade não estão. Sorriem sem vontade e sem alegria, e vemos que a saúde mental ali já foi afetada de uma forma onde não tem volta. O mal do século pode ser esse: não prestamos tanta atenção nos nossos próprios pensamentos e nem nos pensamentos e atos dos próximos a nós. Não notamos diferenças onde algo pode estar já não funcionando”, alerta.

EQUIPE ABCJ

Deixe um comentário